Fabricos de cortiça

Naquele tempo, a R. Marquês de Pombal era tudo casinhas com quintais, com gado, bestas, porcos e galinhas. Na casa do meu pai havia bois e vacas e uma parelha de bestas. Havia uma horta e galinhas.

A minha mãe [Elisia, filha de Rafael Rodrigues Pai-Avô e de Bernardina da Silva] nasceu no 1º andar alugado de uma casa onde agora é a CGD. No quintal por detrás estava o fabrico de cortiça. Dava trabalho a muita gente. Era assim que ganhavam a vida.

A rua [atual R. 20 de Abril] que separava da casa do meu pai era chão de areia, não estava nada arranjado. Atrás era o campo da bola. Também era só chão de areia.


Warning: Use of undefined constant wpurl - assumed 'wpurl' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/patiodasmemorias/public_html/wp-content/themes/bridge-child/templates/portfolio-loop.php on line 284
Fabricos de cortiça

Rua Marquês de Pombal 48, Sines, Portugal

Recolha
Maria Rita, Sines, 2015
Local e data reportados
Sines, R. Marquês de Pombal, R. 20 de Abril, “Campo da Bola” atual Av. Gen. Humberto Delgado. Fabriqueta de cortiça Anos 30-40 séc. XX
Categoria
Terra e Mar
O projeto do Pátio das Memórias do Alentejo Litoral é uma teia que se vai tecendo e nunca está completa. Junte-se a este projeto e contribua com as suas histórias e memórias para um retrato ainda mais nítido desta região do Alentejo.